quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Os meus "red-shoes"

Ontem estreei na rua, pela primeira vez, os meus primeiríssimos sapatos de salto dignos desse nome. São os meus Red Shoes!

Já os comprei há uns dois meses, resultado de uma paixoneta á primeira vista numa sapataria aqui em Bragança, enquanto procurava, desesperada já, sapatos de Verão frescos mas fechados no calcanhar para poder usar a talonete no pé esquerdo. Enquanto calçava, em sequência, "coisas" práticas, rasas, algumas menos bonitas vi-os e gostei deles. Experimentei-os por curiosidade e "assentaram-me que nem uma luva". Receava que não me segurasse no salto mas a plataforma é firme e compacta, o salto não é demasiado fino para não me aguentar segura.

Receio muito as quedas, por isso podem-me compreender. O tropeçar, cair e,no pior dos casos cair mal, pode significar luxar a anca: e depois lá se vai um ano de trabalho e um futuro comprometido!

Também gostei do preço e, em detrimentos dos outros tais mais práticos e mais acessíveis, trouxe estes para casa. E lá fui eu pela rua felicíssima, alegre por ser mulher e, como tal, começar a apreciar também o gostar de andar de saltos. Mostrei-os ás fisioterapeutas e elas riram-se com a festa que estou a fazer com apenas ESTE SALTO: só 3,5 cm. Mas estão aprovados! Posso bem até subir mais um pouco, em plataformas compactas e não estreitas. Estes estão muito bem, para começar,pois não estou habituada a andar de saltos!
As pessoas conhecidas à minha volta riem-se quando falo dos meus fantásticos, lindos, fabulosos..."red-shoes" ! Talvez pareça uma criança a delirar com um brinquedo novo.Mas eu não me importo. O poder usar, ou não, sapatos de salto significa para mim um degrau novo que foi superado nesta escadaria de ter um PTA. Já não tenho que me restringir aos sapatos rasos. Tenho mais opções.

E uns sapatos de salto são femininos.Ficam bem em qualquer mulher: dão-lhe aquele jeito único de menear as ancas, tão intrínseco à Mulher! Eu ainda estou a aprender (depois de 31 anos de más posturas) e ver-me assim ,mais natural, ao observar-me ás vezes quando passo nas montras de vidro faz-me sorrir e gostar de ser assim, como sou: Uma mulher que começa a gostar de usar saltos e a compreender melhor ,cúmplice, a loucura por sapatos de salto alto das outra mulheres!

3 comentários:

Ni disse...

Olá Ana!
Parabéns pelos red-shoes e, sobretudo, pela tua recuperação! Os desafios vencem-se passo a passo (literalmente!).
Já agora, estes teus maravilhosos lenços (dos posts anteriores) já foram todos vendidos?
Beijinhos
Daniela

borboleta-cor-de-seda disse...

Olá Ni! Sim, já foram todos vendidos.Foram pintados já há alguns anos. SE estiveres interessada em algum poderei pintar para ti.Ficarão parecidos mas nunca iguais.Beijinhos,Ana

Ni disse...

Hum, nem têm que ficar iguais! Há que dar aso à criatividade! Estou a pensar num para oferecer à progenitora. Vou tentar decidir-me e depois entro em contacto contigo, certo?
Beijinhos